Você está em Página Inicial>Dedetização>Escorpiões



CUPINS

RATOS

BARATAS

ARANHAS

TRAÇAS

ESCORPIÕES

FORMIGAS

PULGAS

MORCEGOS

POMBOS



Desentupimento

Água Potável

Hidrojateamento Limpeza de Fossas

Dedetização

Vídeos
Interessantes



Controle de Pragas- Escorpiões

Os escorpiões, dentre os aracnídeos, são os que mais freqüentemente causam acidentes.

- Atualmente já estão catalogadas cerca de 1600 espécies e subespécies distribuídas em 116 gêneros diferentes em todo o mundo. No Brasil existem cerca de 140 espécies.

- Existem escorpiões em todos os continentes, exceto na Antártida e Nova Zelândia.

- Suas cores variam do amarelo palha ao negro total, passando por tons intermediários, como o amarelo-avermelhado, vermelho-amarronzado, marrom e tons de verde ou mesmo de azul.

- A gama do tempo de vida parece situar-se entre os 4 a 25 anos, tendo sido 25 anos o tempo de vida máximo registado.

- Os escorpiões conseguem comer quantidades imensas de alimento, mas conseguem sobreviver com 10% da comida de que necessitam, podendo passar até um ano sem comer e consumindo muitíssimo pouca água, quase nada durante sua vida inteira.

Eles se alimentam de grilos, cupins, pequenas aranhas, cigarras , baratas, etc. Portanto, quando o escorpião está presente em um local, provavelmente existe fonte de alimento abundante, ou seja, outras pragas urbanas também estão nesse ambiente.

Veneno e toxicidade 

Seu  veneno contém uma série de substâncias cuja composição química não está bem definida, porém contém neurotoxinas, histaminas, seratonina, enzimas, inibidores de enzimas, e outras. Parece, segundo os pesquisadores, que as neurotoxinas agem sobre as células nervosas da presa, com uma certa especificidade, dependendo do tipo de animal.


É interessante saber que a toxicidade do veneno de um escorpião pode ser comparada com o tamanho de seus pedipalpos (o equivalente ao braço humano do escorpião); quanto mais robustos os pedipalpos, menos o escorpião utiliza-se do veneno para com suas presas e quanto menores eles forem, mais o veneno do escorpião pode ser letal às suas presas.


O veneno do Tityus serrulatus (escorpião amarelo), que parece ser o veneno mais tóxico de todos os escorpiões da América do Sul, age sobre o sistema nervoso periférico dos humanos, causando dor, pontadas, aumentando a pulsação cardíaca e diminuindo a temperatura corporal. Estes sintomas, devido ao seu peso corporal, são mais acentuados em crianças, e devido às condições físicas, aos idosos. Todos os escorpiões são venenosos, porém apenas 25 espécies podem ser mortais aos humanos.


Controle e Medidas Preventivas

- É necessário interferir diretamente em seu ambiente, retirando seu abrigo (entulhos, madeiras, lixos) e retirando a fonte de alimento (baratas, aranhas, cupins). Portanto, deve-se evitar o acúmulo de materiais e entulhos, evitar folhagens densas e manter a grama aparada. Esses fatores são definitivos no controle do escorpião.

- Promover a telagem de ralos ou qualquer outra vedação para evitar a entrada dos escorpiões dentro das residências.

- Manejar corretamente o lixo e fazer o controle de baratas, pois são um dos principais alimentos dos escorpiões nos centros urbanos.

- Examinar roupas e calçados antes de usá-los.



Desentupimento

Água Potável

Hidrojateamento Limpeza de Fossas

Dedetização

Vídeos
Interessantes

Confiança Desinsetizadora e Desentupidora – F: 51 3092-0800 – confiancapoa@gmail.com